De Norte a Sul urbanitários protestam por saneamento público e para todos

Escrito por Assessoria de Comunicação/Sindisan Publicado .

A luta agora é junto ao Congresso Nacional para impedir que os parlamentares aprovem a Medida Provisória 844/2018. Pressão neles! E em defesa do saneamento como direito, urbanitários em todo o país realizaram atos e mobilizações, no último dia 30, para alertar a população sobre essa  Medida Provisória, editada por Temer, e que modifica a Lei Nacional de Saneamento  com o objetivo de entregar o setor à privatização.

“O Dia Nacional de Mobilização contra a MP da Sede e da Conta Alta alcançou seu objetivo de levar ao conhecimento da população os prejuízos que essa medida traz, dificultando o acesso aos serviços pelos menos favorecidos e o encarecimento da conta de água”, afirmou Pedro Blois, presidente da Federação Nacional dos Urbanitários.

Ele ainda parabenizou toda a categoria dos urbanitários pelo protagonismo em mais essa luta em defesa do saneamento público e reforçou a necessidade da pressão junto aos parlamentares do Congresso Nacional, para que a medida não seja aprovada.

Imagem008Sergipe na luta

Em Sergipe, o SINDISAN convocou a categoria e realizou um ato no pátio da sede da Deso, em Aracaju. Dirigentes do sindicato e trabalhadores se alternaram nas falas para chamar a atenção sobre os perigos que a MP 844 representa para as companhias públicas de saneamento e para os urbanitários.

“A MP 844, editada pelo governo golpista de Temer, é extremamente preocupante, porque dá autonomia aos prefeitos para fazerem licitação para que a iniciativa privada possa explorar o serviço de água e esgoto da cidade. Aqui em Sergipe, das 71 cidades que a DESO presta serviço, só 15 são viáveis financeiramente. São elas que mantêm as outras cidades que não trazem retorno financeiro para a Companhia. O que vai acontecer com as cidades que não interessam à iniciativa privada? Essa é a pergunta que precisa ser respondida pelos que defendem essa MP, que vai desorganizar o setor de saneamento do país para deixar a fatia lucrativa para as multinacionais”, explicou Sérgio Passos, secretário-geral do SINDISAN.

Jorge Tupi lembrou que é preciso que os trabalhadores não se esqueçam que o fantasma da privatização ainda ronda a DESO e que é preciso estar atentos e mobilizados, cobrando dos parlamentares sergipanos posição contrária à "MP da Sede".

"Não podemos deixar que aprovem essa Medida Provisória, porque ela significa o enfraquecimento das companhias estatais de saneamento e, enfraquecidas, elas serão privatizadas. È privatização significa demissão em massa, como aconteceu com a Energipe. Vamos lutar contra essa medida do governo golpista", conclamou o sindicalista.

Funcionamento

Segunda à sexta, das 07:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00.

Contatos

Tel.: (79) 3214-3650

sindisan.se@gmail.com

Endereço

Rua Marechal Deodoro, 1012 - Bairro Getúlio Vargas, Aracaju - SE. CEP: 49055-400